Search
Close this search box.

Minas decreta luto oficial de três dias pela morte do ex-governador Alberto Pinto Coelho

O governador Romeu Zema lamenta profundamente a morte do ex-governador de Minas Gerais Alberto Pinto Coelho, aos 78 anos, nesta segunda-feira (20/11). O governador decretou luto oficial de três dias.

Um dos políticos mais expressivos do estado, dotado de hábil característica conciliatória reconhecida amplamente entre seus pares, Alberto Pinto Coelho deixa quatro filhos, netos e a esposa, Célia Pinto Coelho.

“É uma grande perda para a política de Minas. Alberto foi um dos políticos mais versáteis do estado. Muito gentil, mantinha habilidade incomum para atingir o consenso, sempre disposto a ouvir o próximo, um traço essencial para quem chefiou o Legislativo e o Executivo. Minas perde com sua ausência, mas sempre terá o legado de um homem que dedicou a vida aos mineiros”, disse o governador.

Nascido em 1945, em Rio Verde (GO), mas criado desde os 3 anos em Manhuaçu, na Zona da Mata, Alberto Pinto Coelho é considerado mineiro de coração. É filho de dona Abigail, pedagoga de formação, e de Alberto Pinto Coelho pai, ex-deputado estadual e ex-presidente da Assembleia Legislativa de Goiás, de quem herdou o talento para a vida pública.

Deixe um comentário


Outras Notícias

Conteúdo protegido. Para compartilhar o site ou notícias use o link ou os botões de compartilhamento.