Search
Close this search box.

Escola Estadual Professor Orlando de Lima Faria Inaugura Exposição Fotográfica “Olhares” em Parceria com Fundarte

Para onde estão direcionados os olhares da juventude? Essa é a pergunta que abre a Exposição “Olhares”, atualmente em exibição na galeria de artes da Fundarte. O objetivo da mostra é dar visibilidade às reflexões e vivências dos jovens estudantes da rede pública.

A Escola Estadual Professor Orlando de Lima Faria, em parceria com a Fundação de Cultura e Arte, inaugurou na terça-feira (2) a exposição fotográfica “Olhares”. Idealizada e com curadoria do Professor Ricardo Bersan, a mostra é parte do conteúdo Laboratório de Aprendizagens, integrado ao currículo do Ensino Médio em Tempo Integral de Minas Gerais.

A exposição é resultado do esforço coletivo de 15 alunos: Ana Luiza Alves, Arthur Bagli, Arthur Medeiros, Carlos Eduardo Silva, Enzo Meireles, Ezequiel Sousa, Gustavo Cassani, Julya Carmo, Laura Arquette, Letícia Aragoso, Manuela Rachid, Matheus Warol, Rayssa Vilela, Renzo Turetta e Samuel Zem. Por tratar-se de um projeto inclusivo, alguns alunos foram auxiliados pela Professora de Apoio, Maria Aparecida.

O professor Ricardo Bersan explicou a proposta: “Trata-se de uma exposição que objetiva mostrar o olhar dos adolescentes sobre a cidade. Um olhar coletivo, a percepção desses alunos-artistas e a percepção que eles têm do lugar onde vivem. Tudo isso, claro, dentro de uma proposta orientada de estudo, através de oficinas. As fotos seguem uma concepção de trabalho de campo, coleta de imagens, edição e a finalização do trabalho”.

“A parceria com a Fundarte foi crucial para o sucesso do projeto, fornecendo a infraestrutura necessária para a montagem e exibição das obras. Essa colaboração permitiu que a escola ampliasse o alcance de sua iniciativa, trazendo a arte dos estudantes para um espaço profissional e acessível à comunidade”, destacou ainda.

A aluna e expositora Rayssa Vilela Aguilar expressou seu contentamento em participar da mostra: “Foi uma experiência única, diferente de tudo que estamos acostumados. Era um conteúdo novo e o Ricardo foi um professor excelente, tirou nossas dúvidas, acompanhou e ajudou o tempo todo. Foi muito bom e totalmente diferente de tudo que eu imaginava”.

Sua colega, Manuela Rachid, também comentou sobre o projeto: “É um aprendizado que vou levar para a vida toda. Agregou muito e vai mudar nossos olhares para a nossa cidade. Tivemos visões variadas de Muriaé, umas mais urbanas, outras voltadas para a fauna e flora, enfim… conversamos sobre as imagens e crescemos junto com o projeto”.

A mostra é pioneira, sendo a primeira exposição de artes realizada por uma Escola Estadual na cidade. Os trabalhos seguem em exibição até o dia 30 de agosto na galeria de artes da Fundarte, celebrando a união entre educação e cultura e destacando a importância de parcerias que enriquecem o aprendizado dos alunos.

Deixe um comentário


Outras Notícias

Conteúdo protegido. Para compartilhar o site ou notícias use o link ou os botões de compartilhamento.