Search
Close this search box.

Coluna Esplanada 25/01/24

Violência em casa e nas escolas

O Ministério dos Direitos Humanos e da Cidadania registrou 530.368 denúncias pelos Disque 100 e 180 em 2023. O dado solicitado pela Coluna representa um aumento de 39,9% no número de denúncias recebidas em 2022. As vítimas mais afetadas no período foram crianças e adolescentes (228.075 denúncias), seguidas dos idosos (143.595) e mulheres (114.792). O que mais impressiona é a relação entre as vítimas e os denunciados: em mais da metade dos casos, o crime é cometido por um parente próximo ou companheiro da vítima dentro de sua própria casa. A violência em instituições de ensino também aumentou. Foram 9.530 denúncias – um aumento de cerca de 50% em comparação ao ano anterior, quando foram contabilizadas mais de 6,3 mil denúncias.

Gato escaldado

O recuo do presidente do PL, Valdemar Costa Neto, após elogiar o presidente Lula da Silva e dizer que o petista “não chega aos pés” do ex-presidente Jair Bolsonaro (PL) ainda não foi suficiente para arrefecer a ira da bancada radical do partido. Tiveram outros episódios que desgastaram o cacique, como o encontro com o ministro “comunista” Flávio Dino e elogio à escolha de Ricardo Lewandowski para o MJ.

“Bessias”& prebenda

O Governo escalou o advogado-geral da União, Jorge Messias, evangélico, para tentar contemporizar a crise causada pela suspensão da prebenda (valores pagos a religiosos pelo tempo dedicado à igreja). Ele tem conversado com líderes da frente parlamentar evangélica, mas sem indicação – por ora – de mudança na decisão da Receita.

Conflito de terras

O senador Luis Carlos Heinze (PP-RS) apresentou indicação legislativa ao Incra na qual cobra providência ao órgão sobre o conflito de terras que ocorre no loteamento São José, em Tocantins. Ele alega que a medida é para garantir os direitos de produtores rurais gaúchos, que estão temerosos diante do processo. “Não podemos permitir que entendimentos judiciais controversos ameacem o direito à propriedade privada”, justifica.

Dia do Fico

O líder da oposição na Câmara, deputado Carlos Jordy (PL-RJ), permanecerá no cargo e não mais passará o bastão para Filipe Barros (PL-PR). A decisão foi anunciada no ato de desagravo ao parlamentar, que reuniu cerca de 30 lideranças oposicionistas em Brasília. A leitura é de que a permanência de Jordy fortalece a articulação contra o que o grupo considera “perseguição e abuso de autoridade” por parte do STF.

Memorial da Covid

A Fundação Oswaldo Cruz terá um memorial em homenagem às vítimas da pandemia de Covid-19. De acordo com a instituição, a iniciativa tem como objetivo “promover uma reflexão sobre esse momento histórico”. O projeto arquitetônico e paisagístico será  definido por meio de concurso organizado pelo Instituto de Arquitetos do Brasil, que tem lançamento previsto para esta sexta, 26.

ESPLANADEIRA

# Conitec aprova terapia beta-agalsidase para pacientes com doença de Fabry no SUS. # 5º Rede Capoeira acontece em Salvador de 24 até 27 de janeiro. # Cruz Vermelha e Vakinha promovem ação de apoio às vítimas atingidas pelas enchentes no Rio. # 1Doc lançou, no último dia 11, o podcast “Pod Simplificar” com convidados do setor público municipal. # Impostômetro da ACSP revela caneta como material escolar mais caro, com imposto de quase 50%. # Barômetro da Infraestrutura da ABDIB indica Saneamento Básico como principal setor atrativo para investimentos.

O Jornal A Notícia não se responsabiliza por textos devidamente assinados.

Deixe um comentário

Outras Notícias