Search
Close this search box.

PRF de Leopoldina divulga balanço da Operação Carnaval na região

A Polícia Rodoviária Federal (PRF) de Leopoldina divulgou nesta segunda-feira (14) o balanço da Operação Carnaval 2024 na região. A ação teve início à meia-noite do dia 9 de fevereiro e encerrou-se às 24 horas do dia 14 de fevereiro, com intensa fiscalização nas rodovias sob jurisdição da unidade.

Durante o período da operação, foram fiscalizados 935 veículos e 1089 pessoas, com ênfase na segurança viária e na prevenção de acidentes. Um total de 307 testes de alcoolemia foram realizados, resultando em 7 autuações por alcoolemia.

Ao todo, foram lavrados 330 autos de infração, dos quais 69 foram por falta de uso do cinto de segurança ou cadeirinha e 67 por ultrapassagem proibida. Além disso, foram recolhidos 35 veículos em situação irregular.

A fiscalização de velocidade, realizada ao longo de 9 horas e 30 minutos com o uso de radar portátil, registrou 150 imagens de veículos transitando acima da velocidade máxima permitida.

Em relação aos acidentes, foram contabilizados 7 ocorrências, resultando em 5 pessoas feridas e uma vítima fatal. Esses números representam uma redução significativa em comparação com a Operação Carnaval do ano anterior, que registrou 10 acidentes e 9 pessoas feridas.

Entre as ocorrências de destaque durante a operação, destaca-se o auxílio a uma pessoa em condição de vulnerabilidade, com transtornos psiquiátricos, que foi encontrada na rodovia, identificada e encaminhada para a família, em Leopoldina, no dia 9 de fevereiro.

No dia 10 de fevereiro, um veículo Honda Civic clonado, com registro de furto/roubo, foi recuperado em Leopoldina, resultando na prisão em flagrante do condutor.

Outro destaque foi a detenção de uma mulher por crime de trânsito em Muriaé, no dia 12 de fevereiro. Ela conduzia uma motocicleta com licenciamento vencido desde 2016, estava inabilitada e os pneus do veículo não apresentavam condições de segurança. Além disso, transportava três pessoas, incluindo uma criança de 2 anos sem capacete. A condutora foi liberada após assinar termo circunstanciado de ocorrência, e a motocicleta foi encaminhada ao pátio credenciado.

A PRF ressalta a importância da conscientização dos condutores para a prevenção de acidentes e a segurança nas estradas, especialmente durante períodos de grande movimentação como o Carnaval.

Deixe um comentário

Outras Notícias